main-header

Os bastidores do vídeo sobre calagem destinado às faculdades

Uma das formas de incentivar a correção de solo no Brasil é dialogar com os futuros engenheiros agrônomos. A calagem, como é conhecida a prática da correção da acidez nas áreas plantadas e nas pastagens, necessita de ampliação do espaço, quando está em debate na área acadêmica.

Por isso, o Sindical e a Abracal, respectivamente, o sindicato paulista e a associação nacional de produtores de calcário agrícola, produziram um vídeo sobre a calagem que será distribuído nas universidades nos próximos meses.

De início, o trabalho envolverá instituições de ensino superior dos estados de São Paulo e Minas Gerais. Porém, poderá ser acessado por pessoas interessadas, visto que estará disponível no Youtube. O acesso é gratuito. Também está no site do Sindical  - sindical.com.br.

Presidente do Sindical e vice da Abracal, João Bellato Júnior considera que o vídeo ampliará não apenas a visibilidade do tema, mas também apontará que a correção do solo traz ganhos para a sociedade.

“A correção garante maior produtividade, o que significa mais alimentos na mesa dos brasileiros e maior oferta para exportação. Ao mesmo tempo, trará benefícios ambientais, na medida em que evita-se a expansão da área plantada”, afirmou.

13 entrevistados

Bellato é um dos entrevistados. No total, 13 profissionais deram depoimentos. Além de empresários, há engenheiros, professores universitários e estudantes.

A coleta do material levou aproximadamente 1 ano. Os períodos de intensas chuvas no início do ano e de seca no último inverno tornaram a captação das imagens na região Sudeste um desafio.

Conheça o vídeo – veja aqui.


Importância da Calagem

Cartilha - Metodologia Oficial de Análises de Corretivos de Acidez

Boletim Calcário 2017

Busca rápida

Login

Entrevista - Canal Rural

Espaço do Agricultor

YoutubeTwitterFacebook