main-header

Na TV, Bellato apresenta vídeo que detalha correção da acidez de solo

O agronegócio brasileiro poderá melhorar a produtividade sem ampliar a área plantada. Para isso, precisa adotar de forma regular a prática de correção da acidez do solo.

Para incentivar a prática, também chamada de “calagem”, o Sindicato da Indústria de Calcário Agrícola de São Paulo (Sindical) e a associação brasileira de produtores do setor, a Abracal, produziram um vídeo que será distribuído nas universidades. Gratuito, o material tem como objetivo difundir a calagem entre os futuros engenheiros agrônomos.

Presidente do Sindical e vice da Abracal, João Bellato Júnior participou do programa “Dia a Dia Rural”, da TV Terraviva. A fala ocorreu no quadro “Conversa Franca” do programa, conduzido pela jornalista Marusa Trevisan.

Bellato destacou que o Brasil poderia pelo menos dobrar o consumo atual de calcário, na faixa de 37 milhões de toneladas anuais. A correção da acidez geraria maior produtividade, o que ampliaria a oferta de alimentos. O agricultor ganharia com redução nos custos, pois o calcário potencializa o efeito do adubo – um item mais caro na planilha do agronegócio.

O salto também seria ambiental, já que a necessidade de novas áreas cultivadas seria menor.

Clique aqui e veja a entrevista na íntegra.


Importância da Calagem

Cartilha - Metodologia Oficial de Análises de Corretivos de Acidez

Boletim Calcário 2017

Busca rápida

Login

Entrevista - Canal Rural

Espaço do Agricultor

YoutubeTwitterFacebook