main-header

Pecuária: correção da acidez do solo melhora resultados

pecuária123Um em cada três reais movimentados pela produção nacional no campo está relacionado à pecuária. Apesar desses números se repetirem, um dos principais itens na produção pecuária nacional gera discussões: a qualidade das pastagens.

Assim como nas lavouras, solos ácidos afetam a pastagem destinada à criação. A qualidade da carne acaba sendo afetada.

Ao lado da questão genética, as gramíneas influem diretamente no desempenho do animal. Assim, se a qualidade tivesse um olhar diferenciado, os resultados poderiam ser ampliados sem a necessidade de grandes alterações no processo produtivo.

Leia mais:Pecuária: correção da acidez do solo melhora resultados

Questões tributárias pautam assembleia do Sindical

Assembleia Sindical - 02A mobilização dos empresários de calcário agrícola no Estado de São Paulo precisa ser mantida. A representatividade da indústria nesse segmento reduz risco de mudanças que podem ameaçar os negócios, como a questão tributária.

A conclusão é da assembleia anual realizada pelo Sindicato das Indústrias de Calcário e Derivados para Uso Agrícola do Estado de São Paulo (Sindical), em Rio Claro. Diretores e representantes dos associados estiveram presentes, aprovando os números apresentados e debatendo práticas que devam ser tomadas nos próximos meses.

Leia mais:Questões tributárias pautam assembleia do Sindical

Correção do solo: consumo de calcário em SP crescerá 12%

area-calcario2018O consumo de calcário agrícola nas culturas do estado de São Paulo deve crescer 12% esse ano. Usado na correção de acidez do solo, o produto ganha impulso principalmente pela necessidade de reforma nos canaviais.

Ao mesmo tempo, parte dos agricultores paulistas tem optado por plantar grãos. A opção demonstra uma nova tendência numa região marcada pela laranja e pela cana-de-açúcar como principais culturas.

No total, a agricultura paulista utilizou no ano passado 4,4 milhões de toneladas de calcário.

Leia mais:Correção do solo: consumo de calcário em SP crescerá 12%

Absorção de adubo cai 73% em áreas sem correção de solo

DSC 0032cal1A correção da acidez do solo é um procedimento que garante maior absorção dos elementos presentes no adubo. Sem a correção, elementos como nitrogênio e fósforo apresentam resultado próximo de 20% do seu potencial, em solos com pH próximo de 4,5.

Estudo conduzido pela Embrapa aponta que plantas absorvem apenas 27% dos elementos que integram o adubo, nessas condições. O desperdício chega a 73%. O agricultor paga por um produto que acaba sendo utilizado parcialmente.

No pH 6,5, que é próximo do ideal, o aproveitamento alcança 94%.

Leia mais:Absorção de adubo cai 73% em áreas sem correção de solo

Os bastidores do vídeo sobre calagem destinado às faculdades

DSC 0002calararasUma das formas de incentivar a correção de solo no Brasil é dialogar com os futuros engenheiros agrônomos. A calagem, como é conhecida a prática da correção da acidez nas áreas plantadas e nas pastagens, necessita de ampliação do espaço, quando está em debate na área acadêmica.

Por isso, o Sindical e a Abracal, respectivamente, o sindicato paulista e a associação nacional de produtores de calcário agrícola, produziram um vídeo sobre a calagem que será distribuído nas universidades nos próximos meses.

De início, o trabalho envolverá instituições de ensino superior dos estados de São Paulo e Minas Gerais. Porém, poderá ser acessado por pessoas interessadas, visto que estará disponível no Youtube.

Leia mais:Os bastidores do vídeo sobre calagem destinado às faculdades

Importância da Calagem

Cartilha - Metodologia Oficial de Análises de Corretivos de Acidez

Boletim Calcário 2017

Busca rápida

Login

Entrevista - Canal Rural

Espaço do Agricultor

YoutubeTwitterFacebook