main-header

Calcário paulista: de olho na estiagem e no Renovabio

calcário 11bO calendário marca em 24 de maio o Dia Nacional do Calcário Agrícola. A indústria do segmento no estado de São Paulo comemorará a data de olho nos índices pluviométricos, já que a falta de chuvas afeta culturas como a cana-de- açúcar.

Porém, também aguarda a regulamentação da Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio). Em vigor desde o final do ano passado, o Renovabio surge como promessa de incentivos às práticas ambientais, o que deve impactar a cadeia produtiva do agronegócio paulista.

Presidente do Sindicato das Indústrias de Calcário e Derivados para Uso Agrícola do Estado de São Paulo (Sindical), João Bellato Júnior diz que a regulamentação é aguardada no campo. “A renovação dos canaviais ocorria após a quinta ou a sexta colheita. Hoje há pontos em que o produtor está no oitavo corte”, relatou.

Nota de falecimento

lutoÉ com pesar que a Diretoria do Sindical comunica o falecimento da Sra. Maria Thereza Ramos Vitti, proprietária do Calcário Diamante. O falecimento ocorreu na tarde desta sexta-feira, sendo que o enterro ocorrerá hoje, 19 de maio, às 14h, em Rio Claro.

A Sra. Maria Thereza tinha 78 anos de idade. Era casada com o Sr. Antonio Vitti e deixa os filhos: Fábio e Antonio Cláudio, noras e netos. Fábio é vice-presidente do Sindical.

O velório teve início às 6h deste sábado, no Cemitério Parque das Palmeiras, em Rio Claro, onde ocorrerá o sepultamento, às 16h.

Ministério altera Código de Mineração; agência começa a ser montada

area01c1A área de mineração teve importantes movimentações nas últimas semanas. Adequações no novo Código de Mineração e indicações para alguns dos cargos da agência reguladora do setor foram as novidades.

As indicações ainda passarão por análise do Senado Federal.

Já as mudanças no código dependem de análise da Casa Civil da Presidência da República. As alterações foram propostas pelo Ministério de Minas e Energia (MME). "O objetivo é a melhoria imediata do ambiente de negócios e da atratividade do país para investimentos em pesquisa e produção mineral", informou a assessoria.

Agrishow mostra olhar do produtor para a análise do solo

Agri 04Produtividade como objetivo e tecnologia como ferramenta para garantir resultados. Assim o produtor rural brasileiro deverá atuar nos próximos anos, segundo tendências presentes na edição desse ano da Agrishow, que ocorreu em Ribeirão Preto (SP).

O setor de máquinas e implementos agrícolas segue forte. Porém, ganha espaço, dentro da tecnologia, a questão da análise de solo. A avaliação é que, sem etapas como a correção da acidez do solo brasileiro, a produtividade ainda dependerá da ampliação das áreas plantadas.

A equipe do Sindical esteve presente no evento. Um dos expositores foi a Embracal, associada ao Sindical. 

Ministério e Congresso analisam alíquota da CFEM sobre calcário

Assessoria Deputado Luis Carlos HeinzeA Associação Brasileira dos Produtores de Calcário Agrícola (Abracal), por meio de seus diretores e sindicatos estaduais, está acompanhando a questão da redução da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM).

Por duas vezes este mês, dirigentes da Abracal, sindicatos estaduais e produtores estiveram em Brasília, acompanhando a análise do tema.

“A redução da CFEM, especificamente para o calcário usado na produção de corretivo de acidez do solo, é importante por contribuir positivamente para o agronegócio. A cesta de alimentos do brasileiro ficará mais barata e a exportação também ganhará força”, disse o presidente da Abracal, Oscar Alberto Raabe.

Cartilha - Metodologia Oficial de Análises de Corretivos de Acidez

Boletim Calcário 2017

Busca rápida

Login

Entrevista - Canal Rural

Importância da Calagem

Espaço do Agricultor

YoutubeTwitterFacebook